quarta-feira, 16 de junho de 2010

Verde e Amarelo.


Ontem a seleção brasileira fez sua estreia (será mesmo?) na copa do mundo de 2010.
As aulas foram canceladas e eu não trabalhei. Tudo para assistir ao jogo. Após o almoço, resolvi fazer a minha tão querida "siesta". Acordaria um pouco antes do jogo, me arrumaria e iria para a casa da Milaine ver o jogo. Confesso que quando o celular despertou, senti uma vontade imensa de ficar na minha cama, que certamente estava mais agradável que tudo...principalmente um jogo de futebol. Mas aí, pensei: poxa, é meu país que vai jogar, primeiro jogo, vou estar com minhas amigas, comendo e dando risadas...ok, eu vou! Ah, que joguinho mais sem vergonha...antes tivesse ficado dormindo. ; o (confesso que o fator 'amigas' foi o mais motivante de todos).
Mas isso não foi o pior. O pior foi o retorno ao trabalho. As avenidas (a Itália principalmente) estavam um caos; pareciam o rascunho do inferno em Terra mesmo! Um povo feio, ridículo, bebendo, dançando, batendo no carro dos outros e congestionando o trânsito da cidade que tentava voltar ao normal. Um sentimento tão grande de revolta tomou conta de mim. Afinal, o que esses babacas estão comemorando? Mesmo que fosse uma goleada, o que comemorar??? Tamanha foi a minha indignação que eu queria sair do carro e falar um monte de verdades para todo mundo, mas não o fiz, seria morta ali...naquela avenida que tanto trabalho!
Desde quando, quem, onde e como o patriotismo tem a ver com...com...arghh futebol??? Perderam-se os conceitos, as virtudes e as verdades...tudo está perdido!!!

Lembrei-me imediatamente de uma canção: (sim, leia até o final)


Vamos celebrar a estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja de assassinos
Covardes, estupradores e ladrões
Vamos celebrar a estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo
E nosso Estado, que não é nação
Celebrar a juventude sem escola
As crianças mortas
Celebrar nossa desunião
Vamos celebrar Eros e Thanatos
Persephone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade.

Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
Os mortos por falta de hospitais
Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
O voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
E todos os impostos
Queimadas, mentiras e seqüestros
Nosso castelo de cartas marcadas
O trabalho escravo
Nosso pequeno universo
Toda hipocrisia e toda afetação
Todo roubo e toda a indiferença
Vamos celebrar epidemias:
É a festa da torcida campeã.(foi bem isso)

Vamos celebrar a fome
Não ter a quem ouvir
Não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar um coração
Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado de absurdos gloriosos
Tudo o que é gratuito e feio
Tudo que é normal
Vamos cantar juntos o Hino Nacional
(A lágrima é verdadeira)
Vamos celebrar nossa saudade
E comemorar a nossa solidão.

Vamos festejar a inveja
A intolerância e a incompreensão
Vamos festejar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente a vida inteira
E agora não tem mais direito a nada
Vamos celebrar a aberração
De toda a nossa falta de bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror
De tudo isso - com festa, velório e caixão
Está tudo morto e enterrado agora
Já que também podemos celebrar
A estupidez de quem cantou esta canção.

Venha, meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão.
Venha, o amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera -
Nosso futuro recomeça:
Venha, que o que vem é perfeição


O que ecoa no meu peito é:
É a festa da torcida campeã.

A MINHA lágrima é verdadeira.
Não, eu gosto do meu país...não gosto das pessoas dele.

Nenhum comentário:

http://i470.photobucket.com/albums/rr65/srmpp/lilas.jpg

http://i470.photobucket.com/albums/rr65/srmpp/lilas.jpg

AbcBlogs

Site certificado
Voos baratos
voos baratos
voli low cost