quarta-feira, 24 de setembro de 2008

(des) desejo


"Se o desejo do sujeito deve passar pelos desfiladeiros do significante, pois a linguagem existe... Se o Outro é o lugar do desdobramento da palavra - a outra cena -, é necessário colocar que o desejo do homem é o desejo do Outro".


Sendo assim, o que é o desejo?

O desejo é sempre aquilo que não se tem; ou não se pode ter.

Nunca vi ninguém desejar aquilo que tem. Você já?


Hoje, acordo antes do despertador. Não porque quero, mas porque não consigo mais dormir.

As palavras estão borbulhando no peito. E dói.

Gostaria de ficar na cama o dia todo, embaixo do cobertor.Porque ali ninguém me encontraria.

Levanto - me num sobressalto, vou ouvir Legião Urbana, sim, porque traz lembranças de quando eu tinha 12 anos, era uma adolescente descobrindo e desejando a vida que hoje (des)descubro e (des)desejo.

A vida que eu queria ter aos 12, tenho -a aos quase 22, mas não quero mais.


Vou para a Universidade, falam de Nando Reis e Zeca Baleiro.

Lembro-me da frase daquela bela canção...

Mas hoje, hoje, não.

Hoje eu não acordei com uma vontade danada de mandar flores a ninguém, nem de desejar nada a ninguém, nem bom dia, nem beijar ninguém..porque há um gosto amargo em minha boca.

E hoje, eu não vou receber um telegrama. Nem você.


Bom dia! (será mesmo?)

Nenhum comentário:

http://i470.photobucket.com/albums/rr65/srmpp/lilas.jpg

http://i470.photobucket.com/albums/rr65/srmpp/lilas.jpg

AbcBlogs

Site certificado
Voos baratos
voos baratos
voli low cost