domingo, 28 de setembro de 2008

Quinta (na)

Quintana, Quintana!!
Não consigo entender...
Explique -me seu poema.
Senão, quem o explicará?
Filhinha, filhinha,
não adianta clamar.
Quintana foi descansar;
amanhã é sexta- feira.
Ninguém te responderá.
Ouço uma voz:
"Morremos quando deixamos de sonhar."
Quais são suas dúvidas?
Pode questionar.

Escrito em uma bela madrugada...27/12/2007

Um comentário:

______Marcelo, mais um bandeirante______ disse...

DELÍCIA! Captou bem, V., a frequência quintanística...
Adorei!
Bj
Mcl

http://i470.photobucket.com/albums/rr65/srmpp/lilas.jpg

http://i470.photobucket.com/albums/rr65/srmpp/lilas.jpg

AbcBlogs

Site certificado
Voos baratos
voos baratos
voli low cost